Há que documentar o vazio. Agora também em mármore!
dubois@aeiou.pt

segunda-feira, junho 21, 2004

1,29 gramas/litro
À temperatura de 0 °C e ao nível do mar

Um abismo. A dor num dedal. O universo numa unha suja do pé. Uma alma perdida, guardada pelo pastor do vizinho. Um rasgo no tecido protector. É como quando trancas o carro por dentro, nunca te passando pela cabeça que quem te quiser apanhar pode facilmente agarrar numa pedra e entrar. tIPO quando trocas o Caps Lock acidentalmente e afinal até fazia sentido. É como quando olhas para um globo e te dá claustrofobia ou quando, de repente, olhas para o calendário e passaram 20 anos. Uma verdadeira sensação de segurança provocada por uma falta sensação de segurança que cria segurança. Enfim, quem disse o que ar não tem peso?

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

That's a great story. Waiting for more. film editing schools

10:10 da tarde

 

Enviar um comentário

<< Home